Jundiaí / SP - quinta-feira, 19 de setembro de 2019

Infiltração transforaminal

Injeção Transforaminal 

A injeção transforaminal é uma injeção de esteróides de ação prolongada na porção da coluna vertebral onde as raízes nervosas saem. Esta porção é conhecida como forame.

O esteróide de ação prolongada que é injetado reduz a inflamação e inchaço das raízes do nervo espinhal e outros tecidos que cercam a raiz do nervo espinhal. Isso, por sua vez, pode reduzir a dor, formigamento e dormência e outros sintomas causados por tal inflamação, irritação ou inchaço. Além disso, o procedimento pode ser usado para identificar um nível específico de raiz do nervo espinhal ou níveis que são fonte de dor.

A injeção consiste em uma mistura de solução salina, anestesia local e a medicação esteróide de ação prolongada. A quantidade de medicação realmente injetada é muito pequena, raramente mais de um ou dois mililitros.

O procedimento envolve a inserção de uma agulha através da pele e tecidos mais profundos. Há alguma dor envolvida. No entanto, muitas vezes anestesiamos a pele e os tecidos mais profundos com um anestésico local usando uma agulha muito fina antes de inserir a agulha de injeção. Uma vez anestesiado, ao colocar a agulha de injeção geralmente se sente mais como uma pressão forte e beliscar, muitas vezes não como dor aguda. Alguns pacientes escolhem receber sedação intravenosa que pode tornar o procedimento mais fácil de tolerar. 

Este procedimento é feito sob anestesia local. Alguns pacientes escolhem receber sedação para tornar o procedimento mais tolerável. A quantidade de sedação dada geralmente depende do paciente.

Depois de assinar um formulário de consentimento, verificar seus sinais vitais e começar a sedação, o procedimento será feito na sala com fluoroscopia (raio-x). A parte das costas é a limpa com um sabão anti-séptico. São colocados campos estéreis. A pele é anestesiada com um anestésico local. Isso é sentido como uma sensação de ardência. Usando a orientação de raios X, a agulha é avançada para a localização adequada. Um contraste pode será injetado neste ponto (por favor, informe o médico se você tem alergias ao contraste). Anestesia local e esteróides são então injetados através da agulha e a agulha é removida.

A dor pode melhor imediatamente após a injeção do anestésico local. É importante acompanhar o que você sente durante o resto do dia. O esteróide geralmente leva dois ou três dias para ter um efeito na maioria das pessoas e picos em cerca de duas semanas. Uma sensibilidade local pode ser experimentada por alguns dias após a injeção.

Não é permitido dirigir pelo restante do dia após o procedimento. É melhor que um acompanhante esteja presente para levá-lo para casa ou para ir com você em um táxi ou em transporte público. Isso é para sua segurança.


Notifique o seu médico se surgir dor nas costas severa, fraqueza das pernas, ou sinais de infecção na área da injeção, você deve ligar para o seu médico ou procurar a emergência mais próxima.

O paciente pode voltar ao trabalho no dia seguinte, a menos que o procedimento envolva um grande número de níveis. Normalmente, existirá dor apenas no local da injeção.

O efeito imediato é geralmente a partir do anestésico local injetado. Isso desaparece em algumas horas. O esteróide começa a trabalhar em cerca de 3 a 5 dias e seu efeito pode durar vários dias a vários meses.

Se o procedimento não aliviar os sintomas dentro de duas semanas, pode ser recomendado uma segunda injeção. Da mesma forma, se o segundo não aliviar completamente os sintomas em cerca de uma a duas semanas, pode ser recomendado uma terceira injeção.

De um modo geral, as injeções transforaminais são seguras. No entanto, com qualquer procedimento, há riscos, efeitos colaterais e possibilidade de complicações. O efeito colateral mais comum é a dor da injeção real, uma vez que o anestésico local desaparece e essa dor é temporária. O outro risco incomum envolve punção espinhal com dores de cabeça, infecção, sangramento dentro do espaço peridural, dano nervoso e piora dos sintomas. Outros riscos incomuns estão relacionados aos efeitos colaterais do esteróide de ação prolongada, como ganho de peso, aumento da glicemia em diabéticos, retenção de água e supressão da própria produção natural de esteróides do corpo.

Se o paciente estiver com uma medicação anticoagulante, uma infecção ativa está acontecendo, ou tem diabetes ou doença cardíaca mal controlada, não deve ser submetido ao procedimento até melhorar sua condição médica.


Nota: O procedimento não pode ser realizado se você tiver uma infecção ativa, gripe, frio, febre, pressão arterial muito alta ou se estiver em uso de anticoagulantes. Informe o médico sobre qualquer uma dessas condições.

Retornar